jusbrasil.com.br
11 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    Turma rejeita correção de FGTS dos planos Verão e Collor II

    Academia Brasileira de Direito
    há 9 anos

    Não é devida diferença a título de correção monetária (expurgos inflacionários) nos depósitos do FGTS relativos aos meses de fevereiro de 1989 (Plano Verão), junho e julho de 1990 e janeiro de 1991 (Plano Collor II). O entendimento é da Turma Nacional de Uniformização da Jurisprudência dos Juizados Especiais Federais (TNU). O seu presidente, ministro Gilson Dipp, manteve, por este fundamento, o acórdão da Segunda Turma Recursal do Paraná, que negou a aplicação do IPC (Índice de Preços ao Consumidor) na correção monetária dos saldos de FGTS do autor do processo. O incidente movido por ele na TNU, alegando divergência com julgados do Superior Tribunal de Justiça, teve sua devolução determinada pelo presidente da Turma Nacional, para manutenção do acórdão, sob o argumento, inclusive, de que o pedido pretende a acumulação do IPC com a LFT (Letras Financeiras do Tesouro), já aplicado pela Caixa Econômica Federal nos saldos do FGTS em fevereiro de 1989.

    Disponível em: http://abdir.jusbrasil.com.br/noticias/14726/turma-rejeita-correcao-de-fgts-dos-planos-verao-e-collor-ii

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)